Category: Mídias Socias

Como usar o Facebook para vender melhor o que você faz

Cada vez mais o Facebook, que é a maior mídia social do planeta, mostra-se um canal eficaz para se trocar informações sobre produtos e serviços, além de ser um grande canal de bate-papo entre amigos, conhecidos e até mesmo desconhecidos.

como usar o facebook para vender melhor o que voce faz

Pode-se dizer que cada um usa o Facebook como quiser, publicando o conteúdo que desejar. O importante é conhecer um pouco mais sobre as diferenças de configuração necessárias para quem deseja divulgar sua empresa no Facebook ou apenas criar uma boa rede de relacionamento.

 

A diferença entre um Perfil x Fan Page

Na teoria, dentro do Facebook, uma pessoa deve ter um perfil e uma empresa deve ter uma Fan Page.

A principal diferença é que uma empresa ou pessoa que tem uma Fan Page, não consegue solicitar a amizade de outras pessoas, nem seguir outros usuários. Um perfil consegue solicitar amizades e seguir outros usuários.

Exemplo de Perfil no Facebook

Outro item importante é que na Fan Page você consegue visualizar uma série de informações de tráfego interessantes. Já no perfil você não tem este tipo de informação.

Uma Fan Page pode ser curtida. Um perfil não pode ser curtido, mas o conteúdo que é publicado no perfil pode. No caso da Fan Page o conteúdo também pode ser curtido.

kobal marketing digital no facebook

Exemplo de Fan Page no Facebook

Desta forma, Perfis no Facebook curtem Fan Pages no Facebook e Sites e Conteúdos fora do Facebook.

 

O poder do Curtir

Na minha opnião, o grande diferencial do Facebook, além do volume impressionante de usuários, é o fato de ser uma comunidade “fechada” que ao curtir conteúdos fora do Facebook, divulga o conteúdo curtido para a rede de amigos dentro do Facebook.

Quando isso acontece, é como gerar um “boca-a-boca” que mostra aos amigos que seguem quem curtiu um novidade para acessarem, como uma Fan Page ou uma página fora do Facebook, que neste caso produz tráfego para o seu site.

 

O Poder do Boca-a-Boca, ou Buzz Marketing

Desde que o homem começou a vender, há mais ou menos 5.000 anos atrás, o boca-a-boca tornou-se uma excelente ferramenta de negócios. Pare e pense quantas vezes você pediu indicação para algum amigo ou conhecido sobre um determinado produto ou serviço que você precisou comprar.

Com o advento da internet a partir do e-mail, do Google e agora das mídias sociais, o poder do boca-a-boca foi multiplicado e tornou-se cada vez mais rápido e com o que se chama de efeito viral – quando algum conteúdo se dissemina de forma rápida e alucinante pela internet, atingindo milhões de visualizações e compartilhamentos.

O Facebook ganhou mais força porque as pessoas perceberam que é muito mais legal perguntar informações sobre algo que estão procurando para seus amigos do que para o Google. Por isso que o Google começou a investir pesadamente na criação de uma rede social, o Google Plus, criando até o seu similar do curtir, o +1, que apesar dos esforços do Google, ainda não vingou como forte concorrente ao Facebook.

 

Criando tráfego no seu site com o Facebook

Não tem segredo. Você tem que produzir um conteúdo que seja interessante e relevante. Seja foto, video, áudio ou texto, precisa ser um conteúdo interessante. Tem que ser algo que ajude quem lê na solução de problemas ou conquista de objetivos.

Se você já tem um site com blog, ótimo! Se não tem, então faça um. O conteúdo deverá ser publicado na íntegra no seu site e divulgado um link com um breve resumo na linha do tempo da sua Fan Page, para o caso de você ter uma empresa.

Este link será o canal que irá gerar tráfego para o seu site.

Escreva algo relevante de fato. Produza algo interessante sobre o que você gosta realmente e, principalmente, não queira agradar a todos. Seja autêntico. Quem não gosta de você não gosta e pronto. Quanto mais autêntico você for, mais fácil fica das pessoas que gostam de você e do seu estilo te encontrarem, seguirem, curtirem e compartilharem.

Outra coisa importante, além da qualidade do conteúdo que você produz, é a frequência. Não adianta abrir a fan page e não publicar nada, ou publicar uma vez por semestre. Seja presente, comente, interaja, publique coisas interessantes e mantenha uma frequência. As pessoas gostam de novidades. Tenha sempre algo novo para contar.

 

Concuros Culturais e Conteúdo Exclusivo

concurso cultural para o dia dos namorados kuanto voce ama depoisUma das estratégias mais legais são os concursos culturais, que premiam os participantes por mérito ou pela capacidade individual. O participante não compra nada. Ele realiza uma tarefa e se for o melhor, ganha.

No facebook, a participação geralmente está condicionada ao engajamento do usuário com a sua fan page. Tem que curtir, compartilhar, comentar. Devido ao mau uso dessa prática, o facebook passou a não incentivar coisas do tipo: sorteio de um brinde para quem curtir.

O objetivo é fazer ações interessantes para quem realmente participar da fan page e disseminar o conteúdo porque realmente gostou.

A ideia do curtir é também oferecer um conteúdo exclusivo para quem é fan. O sujeito somente consegue acessar determinado conteúdo depois que curtir a página.

Este conteúdo pode ser um cupom de desconto, uma dica especial, um link para download. O importante é ser exclusivo para quem curtiu a Fan Page.

Essas práticas aumentam a quantidade de pessoas que recebem as informações de atualização da fan page e consequentemente aumenta o tráfego no seu site gerado pelo Facebook, que ajuda a aumentar o page rank do seu site e melhorar o posicionamento nos mecanismos de busca.

Ao longo do tempo, o tráfego orgânico do seu site irá aumentar e se tornará mais qualificado, reduzindo as taxas de rejeição e aumentando a quantidade de páginas visualizadas por visita e o tempo que a pessoa fica no site.

 

Converta tráfego qualificado em clientes

Pense manter uma boa taxa de crescimento de visitas por pelo menos 12 meses e lembre-se de que o que realmente importa não é a quantidade de visitas e sim a quantidade de conversões de visitantes em leads, ou seja, em pessoas interessadas que realizaram um primeiro contato por e-mail ou telefone pedindo mais informações sobre preço, detalhes dos serviços e produtos, formas de pagamento, prazo de entrega.

Este será o próximo desafio e deverá ser o principal foco de tudo o que você realizar na internet: como transformar o tráfego qualificado que chegou no seu site em leads qualificados, prontos para realizar uma compra.

Se você não tiver uma boa organização da informação no seu site junto de elementos que chamem o usuário para a ação que você quer que ele faça, provavelmente seu site não irá produzir solicitações de orçamento, inscrições, encomendas, pedidos, matrículas, ligações, agendamentos, contatos telefônicos, re-matrículas, fidelização.

É para isso que seu site existe. O resto é blá blá blá e mimimi. Se você precisa conquistar novos alunos ou fazer o seu estoque girar em 21 dias, você não precisa de 100.000 visitas. Você precisa da visita dos 100 caras que estão pensando em comprar o que você vende e precisam de ajuda para decidir.

 

QUANTO INVESTIR PARA TER UMA FAN PAGE QUE GERE VENDAS?

Para saber mais preencha os campos abaixo, escolha o principal desafio que precisa superar e clique em SOLICITAR INFORMAÇÕES.

IMEDIATAMENTE VOCÊ VERÁ UM ORÇAMENTO COMPLETO com um conteúdo detalhado que lhe dará uma boa idéia de preço, formas de pagamento e detalhes importantes para nos contratar ou escolher um bom fornecedor que faça uma fan page que vende de verdade.

Este orçamento também será enviado para o e-mail que você cadastrou.

Dica:Se você não encontrar o e-mail na sua caixa de entrada, é possível que ele tenha entrado em sua caixa de spam

Estas informações irão ajudá-lo a investir melhor o seu tempo e o seu dinheiro no desenvolvimento de um site que ajude a produzir novos clientes para você todo santo dia.

 

QUERO UM ORÇAMENTO PARA USAR O FACEBOOK PARA VENDER MAIS E MELHOR

Nome Cidade
E-mail Fone c/ DDD

Desafios que você quer resolver usando o Facebook:

É impressionante como o ser humano pode fazer coisas revolucionárias


Enquanto você usa as mídias sociais para ficar publicando besteira, piadinha, e trolagem tem gente criando o que pode ser a maior revolução do conhecimento da atualidade.  Muitos amigos e até clientes com frequência me perguntam como mostrar exemplos do que fazer com as mídias sociais para incentivar clientes. Alguns clientes da área de educação desejam criar aulas especiais, conteúdo interativo, multimídia, etc. Não tem o que complicar. A resposta está na verdadeira vontade da pessoa em fazer. A resposta está no vendedor disposto a explicar os reais benefícios de um produto ou serviço em um vídeo ( hoje há vários programas que gravam vídeos direto da tela do seu computador. O powerpoint grava sua ppt em vídeo. Há webcams que gravam sua tela em vídeo. Há o Go To Meeting que grava sua apresentação com a sua voz sincronizada ).

o melhor professor do mundo usa o youtube

Enquanto uns usam as mídias sociais para besteirol, discutir BBB, compartilhar vídeos nada a ver, este sujeito criou esta revolução. Quem conhece um pouco dos modelos de educação no Brasil, quem tem pais professores, quem está colocando o filho na escola vai conseguir perceber o horizonte infinito que os vídeos abaixo representam na sociedade de hoje, que é a sociedade do conhecimento. Deixe de ver besteira hoje e assista a este vídeo que tem cerca de 20 minutos, sobre uma apresentação do cara que está na capa da veja desta semana.

Conheça o ganhador da Special a Cabeça de Steve Jobs

Foursquare, saiba mais lendo o artigo Foursquare – uma revolução no varejo

exemplo de special no foursquare

Este é o ganhador da Special que dá o livro ” A cabeça de Steve Jobs”. Foi uma excelente experiência para criar um exemplo real de como as pequenas empresas podem usar as mídias sociais para promover seu negócio e valorizar os usuários que ajudam a promovê-lo. O livro será enviado para o ganhador e abaixo mostramos as estatísticas. Os números são pequenos. A divulgação da existência do Foursquare continua e com certeza os varejistas que aderirem com certeza terão bons frutos, além de acompanhar de perto a opnião de quem frequênta seu estabelecimento.

Em breve vai ter mais.

special metricas

Veja Também:

Artigos relacionados com mídias sociais e inovação

Inovar é para quem quer – Palestra AYR Consulting

 

Quando recebi o convite eletrônico a primeira coisa que pensei é: quem é esse tal de Luis Rasquilha, vice-presidente mundial dessa tal de AYR? Bom, o cara faz parte de um projeto simplesmente fantástico! Com uma simplicidade e objetividade ímpar é responsável pela operação da AYR Consultingem 16 países – a maior consultoria do mundo que mapeia tendências a ajuda as empresas a se reinventar acompanhando as mudanças de comportamento dos consumidores –  além de lecionar em diferentes universidades do mundo. Pois bem, o que realmente importa é que este lusitano nômade urbano que gosta de postar fotos de refeições no facebook, possui uma visão global de todas as tendências de comportamento dos consumidores no mundo.

São mais de 6.000 indivídios de diferentes perfis denominados de nômades urbanos que trabalham inseridos em diversas experiências do cotidiano, conectados pela tecnologia e que estão sempre a observar e experimentar para produzirem insights de forma tão natural quanto o ato de respirar, mapeando quais são os novos comportamentos do ser humano no planeta. Todos os dias debatemos tendências e novas ideias sobre aquilo que acreditamos ser um pedacinho do futuro com nossos clientes, sempre céticos e avessos à experimentar grandes mudanças na esmagadora maioria das vezes. Quando muito arriscam-se a fazer algo novo porém nos moldes do século passado, “porque fizeram assim a vida toda e sempre deu certo”. Parte disso é miopia do cliente, parte é nossa mediocridade em conseguir tangibilizar o intangível.

o mercado atual é como esta imagem

As marcas tentam demarcar seu território mas os mercados estão em movimento contínuo.

A AYR Consulting, pelo que entendi, na verdade é uma gestora de riscos de investimentos, já que toda inovação tem um alto risco ou seja, forte capacidade de fazer evaporar dinheiro. Por conseguirem sentir como o comportamento de grandes tribos no mundo está pulsando, conseguem adaptar negócios, serviços e produtos de forma única fazendo com o que o risco de inovar seja minimizado. O mais legal é que eles tem o briefing dos sonhos, um briefing focado totalmente no objetivo. O cliente os convida a ajudá-lo a realizar seus sonhos e objetivos de lucratividade e literalmente dizem: AYR Consulting, o problema é todo de vocês! e eles respondem “ e o risco é de nós dois!” com um modelo de contrato baseado em 50% da remuneração em resultados. Essa é a real valorização do potencial criativo do ser humano. A matéria prima destes consultores inovadores futurólogos é o que Rasquilha chama de “intagibilidade” e o produto final é algo que as pessoas possam entender de forma simples, rápida, direta, e que seja amplamente aplicável.

O cliente final tem que considerar o resultado final de toda essa criação como sendo algo “cool”

O cliente final tem que considerar o resultado final de toda essa criação como sendo algo “cool”. Segundo o vice-presidente da maior consultoria de tendências e inovação do mundo, não há regras, não há modelos, não há respostas qualitativas ou quantitativas. O que funciona de fato é a experiência, a imersão, observação e mapeamento do comportamento. Você pode até duvidar que a pesquisa quantitativa e qualitativa morreu, mas os resultados que são obtidos provam que quali e quanti já eram, quando se pensa em diretrizes de inovação. Fruto da tangibilidade do intangível, um exemplo recente é uma rede Hoteleira Européia que cresceu mais de 20% no meio da crise e recentemente bateu a meta do ano em maio.

Fonte: AYR Consulting, a maior cosultoria de tendências do mundo

Fonte: AYR Consulting, a maior cosultoria de tendências do mundo

Pesquisas Quantitativas e Qualitativas para quê? As respostas para o que realmente importa estão nas mídias sociais, nos comentários dos blogs, na reputação de uma marca, em observar como o seu cliente se comporta e o que é importante para ele e, principalmente, na reputação das pessoas que representam uma marca na internet. A imagem do evento é um slide de um menino fazendo xixi no riacho – “ as empresas querem demarcar seus territórios mais o território está em constante mudança. Por isso temos que nos reinventar constantemente.” No intervalo da palestra abordei o Luis Rasquilha e ele permitiu que eu gravesse as respostas de algumas perguntas. Você confere no vídeo dentro deste post. E aí… você vai ficar aí sentado ou vai começar a atravessar este grande deserto que é colocar estas idéias em prática com os seus clientes? Vê se não vai descobrir um monte de empecilhos para não fazer isso pois seu concorrente pode fazer antes de você.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

____________________________________________________________________________________________________

Rogério Kobal
Sou consultor de marketing e venda digital que ajuda profissionais liberais e pequenas e médias empresas a vender melhor usando tecnologia, internet e marketing de conteúdo. Você pode encontrar mais dicas no meu site, além de fazer perguntas para que eu possa responder e te ajudar. Todas estas dicas são gratuitas e tem o objetivo de ajudá-lo a criar bons resultados no seu negócio e na sua carreira profissional 

Siga-me no twiiter @rogerio_kobal  

Ganhe o livro A Cabeça de Steve Jobs usando o Foursquare

foursquare o que é e como funciona - exemplo de special

Foursquare – O 1º que tirar o “mayor de mim vai ganhar o livro “A cabeça de Steve Jobs”. Tem que fazer isso até 31 de julho de 2011. Para facilitar eu não vou dar check-in aqui até esta data. Veja meu escritório no foursquare – Kobal Marketing Digital

Como proteger sua marca de perfis falsos na internet e mídias sociais

Como proteger sua empresa de perfis falsos nas midias sociais - kobal

Este post tem a finalidade de ajudar a todos que estão começando a utilizar as mídias sociais. Grandes empresas e personalidades já sofrem com este tipo de problema desde que a internet é internet.

COMPRA DE DOMÍNIOS
Nos anos 90, houve grande histeria para se comprar domínios livres contendo o nome de marcas e produtos famosos para que quando uma empresa desejasse tê-los, fosse obrigada a comprar do espertalhão que comprou antes e agora queria revender obtendo altíssimas margens de lucro.

Isso gerou muitos processos onde a empresa deveria provar que era detentora do registro da marca antes da compra do domínio feita pelo mal intencionado.  Isso provado, o domínio volta para o poder da empresa assim que ela paga por ele e o mal intencionado pode ser processado. Basicamente é isso,  e ressalto que estou passando apenas um apanhado geral. Caso algum especialista em cyber direito ou direito autoral deseje comentar este ponto sinta-se à vontade, principalmente sobre legalidade deste ato. Basta clicar aqui para comentar.

PERFIS FALSOS
Atualmente, os perfis de personalidades famosas no twitter e outras mídias sociais ganharam uma certificação que comprova que o perfil de fato são deles. Muitos são obrigados a criar perfis com o termo “real” ou “oficial” junto ao nome pois diversas versões contendo nome e sobrenome já foram registradas.


Personalidades precisam ser criativas para criar o nome dos seus perfis, como Luciano Huck que usa Huckluciano ou Willian Boner que usa realboner , ambos no twitter.

Perfis no Facebook falsos e Fan Pages falsas podem ser ações de “trollagem”, gíria utilizada na internet para especificar atitudes de brincadeira, de mau comportamento, e que costumam ser naturalmente desconsideradas pelos usuários que desejam de fato seguir o perfil , fan page ou site real da empresa ou pessoa que procuram ou conhecem.

CONTEÚDO COPIADO
Há muitas técnicas que podem ser praticadas nas internet para obter vantagem sobre concorrentes que são consideradas desleais, entre elas as famosas black hat, que podem gerar o banimento da indexação do Google.
Muitos sites na web, principalmente blogs, copiam conteúdo alheio e publicam de forma automatizada com objetivo de obter o maior tráfego possível que possa clicar nos links patrocinados via Ad Sense do Google e assim obter remuneração de 50% do valor do clique praticado. Isso fez com que o Google lançasse o Panda Update que tem foco principal em privilegiar conteúdo e experiência de alta qualidade para o usuário final. No longo prazo isso irá beneficiar os sites voltados para gerar a melhor experiência possível para o usuário final.

O BÁSICO PARA PROTEGER SUA REPUTAÇÃO NA WEB

Se você ou sua empresa está passando por uma situação semelhante aqui vão algumas dicas para que você mostre a veracidade do seu perfil e qualidade de conteúdo. Assim, nas situações mais graves, que caracterizem má fé esplícita de concorrentes querendo levar alguma vantagem ou prejudicar você e sua empresa, você terá deixado de forma explícita informações claras de uso de imagem e conteúdo sem autorização prévia que serão argumentos a seu favor em caso de ações judiciais.

1. Registre a Marca da sua empresa

Registrar a marca não é um processo barato, mas é importante a partir do momento que você tem certeza de que o nome que pensou não existe no seu mercado de atuação e de que você vai se empenhar em fazer o negócio acontecer e tornar-se viável.  Lembrando que se você não registrar e não fizer nenhum tipo de pesquisa de nomes e marcas com algum especialista em registro de marcas você poderá ter a surpresa de que alguém registrou a marca e entrou com alguma ação judicial contra você.

2. Registre o suamarca.com.br e as principais variações

Para impedir a ação de concorrentes ou pessoas de má fé, registre todas as variações do domínio da sua marca. O valor é anual e você pode registrar os domínios nacionais diretamente no registro.br por R$30,00 cada domínio. Por exemplo, suponhamos que você tem uma padaria. Veja os domínios que seria interessante você registrar para proteger sua reputação:

www.suamarca.com.br

www.suamarcapadaria.com.br

www.suamarca.net.br

www.suamarcapadaria.net.br

www.suamarca.org.br

Já a versão www.suamarca.com e www.suamarcapadaria.com deverão ser registrados através de um provedor de hospedagem que permita este registro.

Você elegerá o domínio principal como www.suamarcapadaria.com.br e os demais deverão ser apontados com redirecionamento 301 para o domínio principal.

 

3. Tenha uma página no seu site com a sua política de privacidade

Nesta página você irá deixar claro em quais situações e qual tipo de conteúdo poderá ser copiado e de que forma deverá ser feita a citação da fonte do conteúdo para que não seja considerado algo como roubo de propriedade intelectual.

Também deverá deixar claro que não se responsabiliza por conteúdos de qualquer espécie publicados em sites, mídias sociais ou qualquer outro tipo de veículo de divulgação de conteúdo que não sejam os canais oficiais divulgados no site oficial e nos pontos de venda.

Avise que a utilização de forma indevida do conteúdo está sujeita a todas as penalidades previstas em lei. Este tipo de informação também é muito comum de constar no rodapé de mensagens de e-mail.

 

4. Aviso de direito autoral no rodapé do site e mensagens

Aplique sempre a inforção “Todos os direitos reservados para Nome da Marca” nas comunicações que você realizar e no seu site também.

 

5. Divulgue quais são os endereços oficiais de comunicação na internet

Inclua nos seus materiais de comunicação o endereço do site oficial e das mídias sociais oficiais para deixar evidente qual é o endereço oficial.

 

6. Crie os perfis oficiais nas principais mídias sociais

Há centenas de mídias sociais por ai e todo dia aparece uma nova.  Pelo menos crie o perfil nas principais:

  • Twitter
  • Linkedin
  • Facebook
  • YouTube
  • Flickr
  • Orkut

Também é interessante ter o perfil oficial em alguns serviços como Google, Skype e Messenger.

Hoje em dia você poderá integrar várias destas mídias sociais com as publicações feitas no seu blog. Também há várias ferramentas pagas de gestão de mídias sociais onde você atualiza todas de uma vez só. A que eu uso é o HootSuite.

 

7. Ative um blog e produza conteúdo de forma constante

Não tem fórmula mágica. Ou você bota o seu cérebro para funcionar e produz conteúdo relevante para os usuários do seu site que se interessam pelo que você faz ou você paga para alguém produzir.

Se você não produz conteúdo relacionado a você ou sua empresa, outros estarão produzindo e serão eles que estarão em evidência nos resultados de busca, nas mídias sociais, no boca-a-boca que for gerado entre seguidores. Produzir conteúdo de qualidade e de forma constante é o fator chave para construir a sua reputação na web e consolidá-la fora dela.

 

8. Crie diálogos

Mostre que há pessoas do outro lado dos sistemas de blog e mídias sociais dispostas a interagir com os usuários, resolvendo problemas. Publique comentários negativos e não apenas positivos e responda os negativos mostrando o que você está fazendo para resolver. Isso dá credibilidade pois todo mundo sabe que todos cometem erros e que não existe apenas coisas boas nas empresas.

Uma das funções da internet e mídias sociais é humanizar as relações das marcas e empresas com as pessoas.

O mundo mudou. As regras de comunicação e interatividade mudaram e vão continuar mudando dia após dia. Quem vai decidir se acompanha esta mudança ou não é você. O que não pode é ficar parado vendo as novas gerações criarem empresas do zero, e fazê-las crescer com o que a internet pode oferecer.

 

Tá esperando o quê para começar? O mundo voltar a ser o que era? Vai morrer esperando.

 

Twitter regionaliza twittes patrocinados

twitter regionliza twittes patrocinados

A matéria abaixo vem ilustrar uma recomendação que venho aplicando em diversas propostas de marketing digital e marketing de conteúdo que tenho preparado para meus clientes: o poder da regionalização do contéudo. Quanto mais local o conteúdo do seu site for, melhor. Mesmo que você tenha abrangência nacional, crie formas de listar o conteúdo que determinadas cidades acessaram mais, por exemplo.

Os usuários querem saber o que está bombando ao seu redor e não somente no seu país e hoje em dia se você utilza o Google Analytics você tem condições de filtrar o conteúdo mais acessa do por cidades.

O mesmo se aplica para comércio eletrônico: liste os produtos mais comprados por cidades. O que Campinas compra mais, o que Fortaleza compra mais.

Google Places, Buscapé Mobile, Facebook Places, Foursquare… geolocalização, seja por mobile seja por desktop é um poderoso acelerador de vendas seja por necessidade local seja por recomendação local.

Abaixo segue o destaque na exame.com sobre a ativação da geolocalização nos twittes patrocinados do twitter.

Rede sociais | 11/04/2011

Twitter regionaliza os tweets patrocinados

São Paulo – O Twitter anunciou esta semana, durante a Ad Age Digital Conference, em Nova Iorque, um novo serviço voltado ao mercado anunciante. A partir de agora, há possibilidade de se divulgar produtos ou serviços apenas a um público regional.

De acordo com o presidente da área de receitas da companhia, Adam Bain, adicionar o recurso de geolocalização aos serviços patrocinados permite ao anunciante atingir exatamente o seu cliente. O dono de uma pizzaria no Rio de Janeiro, por exemplo, poderia fazer promoções apenas para o público carioca, uma vez que ela pode não ser relevante a quem mora em Recife.

Por enquanto, o serviço está disponível em 210 cidades nos Estados Unidos e em mais de 100 outros países, mas Bain afirmou que a ideia é expandi-lo durante os próximos meses.

O McDonald’s do Canadá é um dos que adotaram a relevância geográfica em suas campanhas. Com tweets enviados apenas para o público local, a marca divulga produtos específicos daquele país, como torta de pêssego e milkshake de chocolate.

As informações são do AdvertisingAge

10 fatos que quebram as bases do marketing que você conhece

conheça 10 fatos que mostram novas tendencias de marketing no meio digital e mídias sociais

O estudo é da HubSpot.com, onde apliquei a minha experiência de usuário, a análise das métricas dos projetos web que realizei desde que comecei a trabalhar e na realidade do cotidiano. Convido você a realizar o mesmo.

78% dos usuários pesquisam online antes de comprar

Eu me comporto assim e vejo que as pessoas ao meu redor também. Hoje, chegamos em uma loja já sabendo muito sobre o produto que desejamos e com frequência temos mais informação técnica do que os próprios vendedores. Vamos na loja para pegar o produto,  fazer algumas perguntas de confirmação  e confirmar algumas características.

O sucesso do Buscapé, Mercado Livre e do prório Google no Brasil é uma prova disso. O brasileiro realmente pesquisa antes de comprar, e aqueles que criarem informação relevante para ajudar o cliente a tomar uma melhor decisão antes da compra estarão a frente do cliente quando ele pensar em comprar o que você vende.

O uso de emails por jovens até 17 anos caiu 59% – preferem SMS, MSN e Redes Sociais.

Arrisco dizer que não são apenas jovens. Eu conheço consultores que descobriram o twitter em 2010 e desde então praticamente abandonaram seus sites e blogs e utilizam o twitter para trocar mensagens e até mesmo trabalhar.

Tenho clientes e fornecedores que preferem utilizar o MSN no lugar do e-mail por ser mais direto e instantâneo. O e-mail está se tornando cada vez mais uma ferramenta de registro de detalhes, de aprovação, de controle e por isso é menos utilizada no dia-a-dia.

78% dos profissionais lêem os seus e-mails em smartphones.

Aqui no Brasil a quantidade de Smartphones está longe da quantidade existente nos EUA. Mas é fato de que quem tem UTILIZA. Eu tenho amigos, que ocupam cargos de gerência que compraram o primeiro notebook este ano, pois “… não era necessário até então. Fazia tudo pelo iPhone.”

Mobile é uma tendência que vem para ficar. No Brasil literalmente engatinha, mas basta você perguntar numa sala quem está com o celular e quem está com o computador naquele momento e conferir a clara diferença.

Meu filho de 2 anos mexe no meu iPhone com os dedos. Quando pega meu Nextel que não tem tela touch ele fala “… quebô papai, … quebô.”. O presente é mobile e o futuro é touch.

40% dos usuários de smartphones comparam preços de produtos na web dentro de lojas físicas.

Eu faço isso sempre. Há um aplicativo do Google para iPhone que lê o código de barras do produto e lista todas as lojas que possuem, os preços, se está disponível e as lojas mais próximas de onde eu estou. Mas, funciona apenas nos EUA. Aqui no Brasil, o Buscapé lançou recentemente um aplicativo para iPhone que também pode ler o código de barras, mas funciona apenas para livros.

Hoje, mais ou menos 10% dos mais de 200 milhões de celulares em atividade no Brasil tem acesso à internet. Isso ainda não obriga o nosso varejo a ser multicanal, por isso se você encontrar um produto mais barato pelo celular e pedir para uma loja cobrir, na maioria das vezes você vai ouvir: “o site é como se fosse outra loja. Nosso site é nosso concorrente”; ou “ cobrimos apenas ofertas anunciadas em material impresso. “;  “… no site é mais barato porque você vai pagar o frete.” A única vez que cobriram preços foi na Leroy Merlyn. Cobriram o preço de um produto que estava mais barato no site da Kalunga.

200 milhões de americanos se cadastraram no sistema nacional para não receber ligações de telemarketing.

Quem é que não fica de saco cheio de ligação de telemarketing querendo vender o que você não precisa.

41% das empresas B2B e 67% das empresas B2C conquistaram novos clientes através da Facebook.

A primeira fonte de tráfego do meu site são as pesquisas do Google.
A segunda é o Linkedin.
A terceira é o Twitter.
Já negociei várias oportunidades através das mensagens do Facebook, do MSN, do twitter.

84% dos jovens entre 25-34 anos PARARAM de visitar sites favoritos para evitar propaganda

Isso é óbvio! Ninguém quer ver o que não precisa. Enche o saco. Quem descobre o uso do RSS e leitores de feeds como o Google Reader têm acesso direto ao conteúdo sem passar pela propaganda. Cada vez mais propaganda é conteúdo e conteúdo é propaganda.

57% das empresas conquistaram novos clientes atráves dos seus blogs.

Fato! Se você não tem blog está perdendo uma riquíssima oportunidade de ter informações preciosas sobre as pessoas. Hoje todo mundo procura aprender mais sobre alguma coisa antes de comprar e se você tiver conteúdo que ajude as pessoas a tomarem as melhores decisões neste aspecto, você terá pessoas que se relacionam frequentemente com o seu site e poderão tornar-se clientes. Todas as vezes que eu publico conteúdo no meu site, o Google indexa e eu tenho picos de acesso. Se você não tem blog, você está desperdiçando um excelente canal de negócios.

O número de marketeiros americanos que consideram a Facebook “ultra importante”cresceu 83% nos últimos 2 anos.

Aqui no Brasil tem muita gente achando a mesma coisa,  porém de forma superficial e ainda não descobriu como gerar resultados. Em suma, tanto o facebook quanto as demais mídias sociais servem para humanizar uma marca, estreitar relações.

Um exemplo legal de que é um canal muito importante é o fato da Agência África, do Nizan Guanaes, um dos principais publicitários do mundo, ter adotado sua página no facebook como site oficial, pois lá há interação direta com os usuários e no site não.

Empresas que blogam recebem 55% mais visitas no seu web site do que empresas que não blogam.

Entre os links patrocinados (pagos que ficam do lado direito da tela )  e os resultados de busca orgânicos (aqueles que não são pagos e ficam no meio da tela ) os usuários em média clicam 25% nos patrocinados e 75% nos orgânicos.

Se você bloga, você gera conteúdo mapeável pelo Google e se este conteúdo for único e de boa qualidade você poderá ser indexado nas primeiras posições que recebem cerca de 80% dos cliques. Isso é tráfego qualificado para o seu site pois cada vez mais as pessoas buscam respostas para suas dúvidas e se você ajuda-las estarão sempre acessando  seu blog que deve estar vinculado ao seu site, se já não for o seu site.

Como sempre, este tipo de informação vem de fora. Pouco se produz no Brasil a respeito deste tipo de análise e pesquisa. Quando mais você comentar estes pontos com informações da sua realidade melhor para todos que poderão gerar mais negócios e fortalecer a economia do nosso pais.

Comente, concorde, discorde – diga alguma coisa, mas diga! Escolha um tópico e conte sua história. Vai esperar o quê? Um americano fazer uma pesquisa sobre como os brasileiros do seu mercado usam a internet?

 

É incrível o que acontece em 20min no Facebook

The World Is Obsessed With Facebook from Alex Trimpe on Vimeo.

Os melhores em Marketing Digital usam o diálogo

MystarbucksQuando pensamos em marketing digital, mídias sociais e presença de uma marca na internet, devemos pensar sempre em diálogo e não monólogo. Propaganda e comunicação do jeito que você aprendeu e em alguns casos, ainda aprende na faculdade, é monólogo. As pessoas estão cansadas de não serem ouvidas o tempo todo: o chefe não tem tempo e quando tem, fala com você respondendo e-mails sem olhar na sua cara.  A esposa quer conversar mas você está muito ocupado por que levou trabalho para casa, vai trabalhar até tarde e acordar

cedo. O filho quer falar sobre seus problemas mas os pais já sabem do que ele precisa porque já viveram isso. As pessoas querem ser ouvidas, querem diálogos e não monólogos. Isso se aplica ao relacionamento de uma marca com seus consumidores. O que importa é o que eles sabem o que faz diferença e para você saber isso, precisa conversar com eles e não encomendar uma pesquisa qualitativa de R$ 30.000,00. As mídias sociais proporcionam isso e são exemplos de quem soube dialogar com seus clientes que veremos na reportagem publicada pela Exame, escrita por Juliana Borges em 9/06/010

Estar presente em redes sociais como Facebook, Orkut e Twitter se tornou uma obsessão para empresas de todo o mundo nos últimos tempos. Um levantamento Continue lendo 'Os melhores em Marketing Digital usam o diálogo'»